Blog
Galvanização eletrolítica

Galvanização eletrolítica: o que é e como é feito o processo?

Para que metais expostos ao tempo e a intempéries tenham mais durabilidade, muitas vezes é necessário optar por algumas proteções extras. Isso ocorre porque a corrosão (enferrujamento) é um processo químico natural, que com o tempo, consome parte de metais como aço ou ferro. Mas para evitar, atrasar ou impedir este processo, existem técnicas como a galvanização eletrolítica e a galvanização a fogo, que podem ser aplicadas a tubos de aço carbono, por exemplo, conferindo-lhes mais resistência aos agentes corrosivos como tempo, clima, etc. Vamos conhecer um pouco mais sobre ela?

O que é galvanização?

Também chamada de “zincagem”, a galvanização é um procedimento utilizado para proteger peças metálicas da corrosão. Através dela, o tubo de aço carbono é revestido por outro metal, no caso, o zinco. A galvanização pode ser realizada principalmente de duas formas: a galvanização a fogo e a galvanização eletrolítica.

O que é galvanização eletrolítica?

Na galvanização eletrolítica, também conhecida como “galvanização a frio” ou “zincagem a frio” o zinco é depositado no aço carbono, formando uma camada fina e aderente, através de um processo chamado de Eletrodeposição.

A eletrodeposição consiste no recobrimento de uma superfície com um material condutor através da migração de partículas carregadas com o auxílio de uma corrente elétrica. É este procedimento que impede a deterioração de peças devido à oxidação, corrosão ou ataque de bactérias.

Como é feita a galvanização eletrolítica?

No processo de eletrodeposição, a energia elétrica é conduzida através da passagem de carga elétrica de um ponto a outro do tubo, como uma corrente elétrica. Aqui, são necessários elementos “transportadores de carga”, que são íons positivos e negativos, no caso de soluções eletrolíticas.

Antes de iniciar o processo, a corrente elétrica é convertida de corrente alternada para corrente contínua, o que torna possível separar a parte positiva (ânodo) da parte negativa (cátodo) da corrente. No cátodo, insere-se o tubo de aço a ser galvanizado, e no ânodo, insere-se o metal que fornecerá os íons (cátions) para a solução eletrolítica.

O metal se dissocia pela corrente elétrica em cátions, carregados positivamente. Eles cátions ficam dispersos na solução eletrolítica e, por meio de reações de oxirredução, são convertidos novamente em um metal em estado neutro, que é depositado sobre a peça, conferindo sua camada extra de proteção. Quanto mais energia é fornecida, maior é a camada depositada e, consequentemente, maior é a proteção anticorrosão do tubo no final do processo.

Como é o processo de galvanização eletrolítica em tubos de aço?

Para que o tubo de aço receba uma galvanização eletrolítica, assim como no caso da galvanização a fogo, é necessário prepara-lo anteriormente, limpando-o e retirando resíduos.

Essas etapas consistem em limpeza mecânica, desengraxe e enxágue. Posteriormente, para eliminar resíduos eventualmente surgidos neste próprio processo, ainda ocorrem a decapagem e um novo enxágue. Após estas etapas, o tubo de aço está pronto para a zincagem eletrolítica, que é seguida de mais um enxágue, com secagem e aplicação do acabamento desejado.

Qual a norma técnica para galvanização eletrolítica?

Formulada e fiscalizada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), a norma que incide sobre o processo de galvanização eletrolítica é a NBR 10476.

A norma NBR 10476 define os padrões sobre espessura, peso e matéria-prima para que o tubo seja galvanizado corretamente de forma eletrolítica.

Qual a vantagem da galvanização eletrolítica?

Todos os processos de galvanização trazem maior durabilidade, menor custo de manutenção, maior resistência mecânica e proteção completa contra corrosão sem afetar em nada as propriedades originais do tubo de aço.

A vantagem da galvanização eletrolítica, além de possuir um custo inferior, é que ela confere ao tubo de aço uma camada muito mais uniforme e homogênea. Dessa forma, é o processo ideal para tubos que vão receber um acabamento com pintura, que ficarão expostos com fins decorativos ou arquitetônicos, ou que precisam ter sua superfície mais lisa.

Onde encontrar tubos galvanizados?

Na Century Tubos, todos os nossos tubos de aço carbono passam por processo de galvanização para garantir mais qualidade aos projetos de nossos clientes. Entre em contato conosco e solicite já um orçamento.

Empresa certificada com CRCC Petrobras
Empresa com certificado ONIP
Empresa com certificado NBR ISO 9001